Quinta-feira, 2 de Outubro de 2008

{113} Anarquismos

 

 

Desde os dois últimos posts tenho andado às voltas, primeiro só com o anarco-sindicalismo e, depois, alargando para outros anarquimos.

Calcule-se que até encontrei um "anarco-budismo"!...E inscrevi-me para receber notícias de um grupo libertário espanhol.

Mas as minhas ideias ainda não estão suficientemente claras para já as verter para aqui. De modo que, por enquanto, registo só isto, deixo em rascunho, vou progurar mais dados e, se for caso disso, então publicarei um post.

 

 


 

Encontrei imenso material. Tanto que não dá para reproduzir aqui. Limito-me a alguns apontamentos.

 

-- Há um longo artigo,  que achei muito esclarecedor, publicado a 9 de Maio de 2008, em português, na Actualité de l'Anarcho-syndicalisme, de Pier Francesco Zarcone, intitulado "O Anarquimo na História de Portugal".

(Cheguei lá pelo Google.)

 

-- O jornal A Batalha chegou a ser o terceiro diário nacional. Fechado em Maio de 1927, por efeito da legislação salazarista, continuou a publicar-se clandestinamente  e sobreviveu até 1950. Reapareceu em 1974.

 

-- A C.G.T. foi criada em Setembro de 1919 (o seu primeiro Secretário-Geral foi o anarquista Manuel Joaquim de Sousa) e, tornada ilegal pelo Estado Novo, passou à clandestinidade. Foi palco dos confrontos entre libertários e bolchevistas.

 

-- Há um nome a registar em tudo o que tem a ver com a actividade libertária em Portuga, quer nos seus primórdios, quer depois do 25 de Abril : Emídio Santana.

 

-- A Aliança Libertária e Anarco-Sindicalista (ALAS) nasce em 1976. È refundada em Almada, em 1985, mantendo a sigla mas passando a chamar-se Aliança Libertária e Anarquista-Sindicalista (assim se consagrava o desaparecimento do anarco-sindicalismo...).

 

-- Nos anos 50 houve uma tentativa de manter vivo o pensamento libertário, através da criação do Ateneu Cooperativo. Foi encerrado pela PIDE.

 

~~ Em 1978 é criado o Centro de Estudos Libertários.

 

Poderia contnuar a alinhavar notas soltas relativas a esta temática (por exemplo, sobre a Legião Vermelha, que ainda me lembro de ouvir referida nas conversas do meu Pai...). Poderia mencionar a repressão brutal que se abateu sobre estas correntes durante o sidonismo (Dezembro de 1917 a Dezembro de 1918, data do assassinato de Sidónio Pais).

Mas acho preferível remeter o leitor para as fontes (nomeadamente para o artigo que referi mais acima).

E deixo-vos com dois grafismos (um dos quais eu nem conhecia -- ignorância imperdoável... ) :

 

publicado por Transdisciplinar às 20:08
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.links

.tags

. todas as tags

.favorito

. [32] CULTURA COMBINATÓRI...

. [30] Conhecimento

. Ainda sobre o Dharma (2)

. Ainda sobre o Dharma

. Citando...

. FRAGMENTOS PARA UM DEBATE

. CULTURA COMBINATÓRIA (2)

. CULTURA COMBINATÓRIA (1)

.posts recentes

. {113} Anarquismos

blogs SAPO

.subscrever feeds